• Georgina Morelli Matos

CHEGA DE MIMIMI! Marketing é gerar valor para o cliente

Ser empreendedor é entrar nas mídias sociais e receber uma enxurrada de anúncios, convites, propagandas e campanhas de produtos e serviços milagrosos para o seu negócio.


É fórmula mágica daqui, receita de sucesso dali, todos gerando uma urgência no sentido de que se você não investir nisso ou naquilo, vai ficar para trás!


Além das investidas dos fast-consultores, que estão aos milhares por aí, a internet está inundada de informação colocando as mídias sociais como o único barco de navegação possível, uma espécie de arca de Noé que em algum momento vai estar tão cheio de gente, que vai afundar.


Os sinais disso são as mudanças radicais nas atualizações do Instagram, as mudanças de foco de profissionais que vendiam o Facebook como única ferramenta de conversão possível e hoje mudam o discurso falando de mídias como um todo, blogs, inbound, etc.


Fala-se de fazer marketing de conteúdo, todos falando desse mesmo conteúdo.

Fala-se, inclusive, que a criatividade é dispensável, sugerindo que o empreendedor não precisa nem ter novas ideias, nem mesmo pensar, somente seguir uma receita.


Nunca vimos tantas pessoas fazendo vídeos, canais no youtube, IGTV, lives, cursos online. A verdade é que nossos potenciais clientes recebem um bombardeio de informações e conhecimentos que os torna tão autoridade quanto nós, o que ao mesmo tempo os empodera e nos torna obsoletos.

É tanto conteúdo, e tanto conteúdo ruim misturado, que se cria só para postar, sem estratégia ou intenção definida, que mercados vão sendo "queimados" e o que é pra ser uma tentativa de gerar autoridade com o consumidor, vira uma poluição nas nossas timelines.


Isso porquê, queremos ter sucesso, e queremos agora, no máximo amanhã. E o sucesso, nesse caso, é o vídeo que bombou, que teve muita curtida, encaminhamento, comentário.

Há uma deturpação do conceito de sucesso do negócio, quando a verdadeira medida deveria ser, genuinamente, ver a satisfação do cliente ao consumir o seu produto ou serviço.


E isso quer dizer que muitos empreendedores sustentam seu sucesso com métricas de vaidade que, na realidade, não convertem em faturamento.

Há um véu ilusório que o número de seguidores é igual a um bom faturamento.

Esquecem que muitos dos influencers que possuem números expressivos nas mídias sociais não possuem compromisso financeiro em pagar uma equipe, uma estrutura física, cursos de formação.


O sucesso está exatamente onde sempre esteve: em ver o sorriso e a satisfação do cliente, em vê-lo te indicar e realmente consumir seu produto, ao invés de fazer um eterno namoro pelas mídias sociais.


Buscar esse sucesso é estar bebendo de uma fonte que corre paralelo à toda essa onda de receitas instantâneas de sucesso: empreender com propósito.

E no sentido da palavra, desenvolver ações "de propósito" para impactar, atrair e, principalmente, CONVERTER vendas.


Isso exige mais do que consistência nas mídias. Exige que seu negócio faça sentido na vida das pessoas, que você queira resolver o problema dos seus clientes e ver a satisfação dos mesmos.

E mais, exige que você formate o seu produto para gerar valor para o cliente. Um valor tangível e intangível. E pode ser que no gerar valor, incluem-se também estratégias de mídias sociais. Mas nunca somente isso. Exige pensar o que seu cliente precisa, o que seu cliente quer, o que vai surpreendê-lo.

Gerar valor é ser objeto valorizado pelo mercado. Você realmente o é?



11 visualizações

© 2018 NOVE TRES

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn