• Georgina Morelli Matos

[Dia da Mulher]

Apesar de que imagino que muitas saibam, conquistamos esse dia de celebração quando deixamos de ser caladas, obedientes e passivas.

Foi através de manifestações de classes operárias femininas, pedindo jornadas de trabalho menores que 15H diárias, por exemplo, que houve o start de criar uma data para o dia da mulher.


Não pelas flores (que gostamos), ou pela ternura (que muitas tem). Foi por luta. Ao contrário do que é senso comum, dizendo que o dia da mulher foi cravado nos EUA após operárias morrerem carbonizadas, o que contou para a criação da data 8 de março, por ironia do destino, veio de um movimento operário na Rússia.


Uma greve em meio à guerra em 1917, quando as mulheres russas exigiram "pão e paz" — e quatro dias após a greve o czar foi forçado a abdicar, e o governo provisório concedeu às mulheres o direito ao voto.


Quero lembrar vocês que ainda não faz 100 anos que temos direito ao voto no Brasil. E ainda não faz 50 anos que o divórcio foi instituído. E mesmo com ele, quantas mulheres ficam presas economicamente e/ou emocionalmente à relações violentas, abusivas ou, simplesmente, sem amor?!


Temos MUITOS deveres. Com a casa, filhos, pets, trabalho, administração do lar, etc etc. Nos incluímos no mercado de trabalho sem nos eximirmos da maioria das tarefas de gerir uma família.

E isso é muita coisa. E isso gera muita culpa.


Que possamos revisar todas as crenças instituídas sobre o papel da mulher, deveres e direitos. Que possamos nos liberar da culpa e da sensação de insuficiência. Na maioria das vezes, simplesmente não tem como dar conta de tudo com a excelência que queremos.


Que possamos sentir e conquistar a liberdade de nos expressarmos sem sermos interrompidas, diminuídas, objetificadas, tidas como histéricas ou loucas.


Que possamos ESCOLHER o que queremos ser e fazer. Desde a escolher ser dona de casa, a não ter ou ter filhos, a trabalhar 15H por dia ou nenhuma hora. Mas que haja clareza que é uma escolha.


Que hoje lembremos que somos protagonistas da nossa vida. Podemos fazer papéis especiais na vida dos outros. Mas na nossa vida, a atriz principal somos nós.


Feliz dia da mulher! 🧡🚀

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo